Eventos

Dora Maria

Dora Maria Valente Caldeira, nasceu por mero acaso em Lisboa, já que as suas origens são alentejanas, de Nisa.  Veio no entanto aos 7 meses de idade para a cidade Abrantes. Daí haver uma miscelânea na sua forma de ser e de estar um toque das planícies alentejanas com laivos das planícies ribatejanas. Desde tenra idade começou a ouvir fado, primeiro na voz de sua mãe que a embalava ao som do fado e foi mesmo com ela que cantou os primeiros versos. 

A primeira vez que pisou um palco tinha 5 anos de idade e cantou mesmo sem músicos. O gosto pelo palco surgiu nesse dia… Um dia ao escutar um fado de Amália que dizia assim “Olha a ribeirinha que sonhou ser um rio, sonho de grandeza de ribeira presa que vai com certeza deixar de sonhar” sentiu que era essa ribeirinha mas com muita vontade de ser rio e nunca deixar de sonhar. Quis o destino que tivesse encontrado vários afluentes que com as suas águas cristalinas e de forte corrente tivessem aumentado o seu caudal. Chegou o momento deste rio desaguar neste projeto a que chamou “Mar de tanto Amar”. Foi o seu primeiro disco. 

Apresentou o seu 1º trabalho em várias salas do país e além fronteiras, sempre com bastante aceitação por parte do público. 

Lançou o seu 2º disco,em 2015, intitulado ENCONTROS. Este trabalho conta com a produção de José Cid e direção musical de Custódio Castelo. 

Participam neste trabalho os músicos Custódio Castelo, João Chora, Carlos Menezes e na percussão Gonçalo Tavares. É um trabalho que apresenta inéditos e temas de autores de grande reconhecimento tais como Custódio Castelo, José Cid, Tiago Torres da Silva, Pedro Pinhal, da dupla Virgem Suta, Jorge Fernando, João Chora, Carlos Baleia, João Machado, Maria Luísa Baptista, Maria Manuel Cid e António Botto. 

Este trabalho contou ainda com a participação especial em dois duetos de José Cid e Jorge Benvinda (Virgem Suta).

Dora Maria habituou-nos durante alguns anos a assistir a grandes êxitos nas noites fadistas do Ribatejo. Agora surpreende-nos com este álbum de fados, com uma produção rigorosa de temas quase todos originais, onde não copia ninguém ; é ela própria! E isso é o mais importante na vida de qualquer artista. Adorei cantar o nosso dueto! Parabéns e felicidades! (José Cid)

ADoraria dizer mais que estas palavras que Doravante farão parte da vida de quem escutar e sentir a voz desta artista. Por tão lutaDora  ser, é mereceDora  da nossa admiração. Tornando-se mais encantaDora por nos dar o merecimento das maiores emoções do sentir da sua alma numa expressão que é de si totalmente revelaDora . (Custódio Castelo) 

Vamos repetir…ao vivo e a cores! Estamos atentos. (Virgem Suta)

Facebook ArtMusic Oficial

Género Musical

Fado

Disponibilizado por Artmusic
Categorias: ,
Contacte-nos

Acompanha-nos

© 2018 Copyright by ArtMusic